música · sociedade

Flautista desencantado

Flautista – Candido Portinari
 
Quando era menino, sua vó só lhe botava para dormir contando a história do flautista encantado, que afastou a peste de ratos de sua comunidade, ao som de sua flauta mágica. Essa lembrança muito rondava seus pensamentos, nas noites em que não conseguia mais dormir, pois uns vizinhos “ratos” insistiam em fazer algazarra todas as madrugadas. Com isso em mente, aprendeu a tocar flauta e, certa noite, sentado na laje, começou a tocar. Aos poucos percebera o silêncio que causara. Lá em baixo, toda a vizinhança contemplava aquele belo som.  Mas o efeito da flauta logo acabou. Os “ratos” preferiam tagarelar ao som de músicas nada clássicas. O homem lamentou aquela sua realidade. E, cansado, conseguiu adormecer, sonhando com o mundo mágico que sua avó contava.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s