amor · música · morte

Elo harmônico

Piano keys – Todd Home
Depois que ele morreu, ela encontrou nas notas do piano o refúgio para onde correr e se sentir protegida das saudades que ele deixou. Ele não era músico, nem tampouco a incentivava a ser uma, porém, de alguma forma transcendental, o vibrar das cordas do piano que ele havia deixado como enfeite da sala de estar a fazia voar sobre a vida e ir buscar na morte a presença dele, do abraço dele, da proteção dele. Era um melódico encontrar. Era um harmônico “boa noite, querida, te amo”. Podia ele estar ali ou não, mas aqueles dedilhares no piano levavam a viúva pianista a nunca se afastar do seu amado. Mais do que um instrumento musical, o piano era o elo entre aqueles amantes… Era uma prova de que a música não deixa apagar os grandes e bons sentimentos.
Anúncios

Um comentário em “Elo harmônico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s