doença · família

Memória apagada

Netley Hospital – Paul Smyth
 
Uma pancada na cabeça e foi parar na área de urgência do hospital. Medidas médicas tomadas e o diagnóstico no outro dia apontava que o homem perdera a memória. Entraram em contato com a esposa e os filhos, e estes foram imediatamente se apresentar diante do paciente. Nada. Eram todos estranhos para o acidentado. Mas ainda mais estranho foi o largo sorriso de alívio e satisfação que a mulher e as crianças deram diante da situação. “Obrigada, meu Deus! Finalmente iremos nos livrar desse homem ruim!”. A mulher deixou o número da conta bancário do homem na recepção para que ele pudesse sobreviver dali por diante sem família. Ela esperava que aquela vida recomeçada trouxesse um homem melhor. Já o recomeço dela e de seus filhos estava perfeito demais.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s