escrever · sonho

Saga fantástica

Vladimir Kush
A mulher-borboleta corria os nove mares da região oeste do território inimigo. Lutava para não deixar seu perfume escapar pelas suas asas, pois só através disso os homens morcegos poderiam rastreá-la. Sentiu saudades do seu paraíso floral. Paraíso este que seria o inferno para aqueles seres da escuridão. Porém, não se sentia fraca e nem queria desistir de um dia encontrar a pétala perdida… Com esta, o portal mandaria os suspiros celestes e, logo, suas asas funcionariam! Por enquanto, continuava a correr. Até que uma luz invadiu seus olhos…
A mulher acordou com a fantasia de seu sonho na cabeça. O sol acabara de invadir seu quarto. Algumas flores do seu jardim pareciam brilhar na sua janela. Lembrou-se de cada detalhe do sonho e, em um salto, pôs-se de pé com uma ideia brilhante: “vou escrever um livro!”. Aí nasceu um best-seller.
Anúncios

Um comentário em “Saga fantástica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s