Sem categoria

Esposa contemplativa

Figura assomada a la ventana – Salvador Dali
O homem acordava e não encontrava a esposa do seu lado na cama. O homem tomava café, almoçava e jantava sem a esposa o acompanhando à mesa. O homem saia e voltava para casa e não tinha a esposa para dar-lhe adeus ou recebê-lo de braços abertos. Ele – marinheiro de longa data – era recém-casado com uma pobre moça sertaneja, eis a razão. E como sertaneja, a moça nunca havia visto o mar. Indo morar com o marido, perdeu o resto da sua vida apenas na pura contemplação daquilo que ela nunca ouvira falar. A mulher tinha medo de um dia, tirando os olhos da praia, o mar sumisse e o sertão voltasse.

 

Anúncios

Um comentário em “Esposa contemplativa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s