Sem categoria

Insatisfeita solidão

Melancolia – Edvard Munch

Era um escândalo aquela solidão sua. Tentava não torna-la tão explícita, mas, como se tivesse vontade própria, a solidão saltava do seu corpo e ameaçava as pessoas que por perto dele passavam. Talvez por isso essas pessoas não se aproximavam. Era como uma aura negra circundando todo o seu ser. Desde pequeno era o isolado; quando jovem, ele era o esquisito; agora o denominavam depressivo. Mas a maior lástima daquele homem não era o que os outros viam nele, mas como ele mesmo se sentia. Achava a solidão péssima, pois aquele sentimento o fazia se sentir acompanhado. Desde muito cedo sempre quis ficar completamente sozinho, no entanto, a maldita solidão insistia em circundá-lo. Apesar de tudo, ele tinha fé que um dia conseguiria se livrar daquela aura negra e deliciar-se com seus anseios solitários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s