Sem categoria

Abandonado

Master Bedroom – Andrew Wyeth
Era como gente. Ficou sozinho na casa dos seus donos não sabia por quanto tempo, mas sentia a mesma falta que sentia desde a saída deles. A saudade não aumentava, até porque o resto do seu corpo não entenderia aquele sentimento, sendo inútil ultrapassar os limites de sua cabeça. O coração do cachorro não servia para sentir, como os humanos acreditam que os seus faziam; batia, somente. Era na sua cabeça que guardava as recordações. Não dava para esquecer, afinal; todo canto da casa vazia tinha cheiros e vestígios dos seus donos. O cachorro vivia só, desde que os donos morreram. Ninguém se preocupou em cuidar dele. Mas ele se sentia cuidado pela casa abandonada. Não sairia daquela casa tão cedo, pois ainda tinha muito que viver. Com saudades, mas viveria. Viveria como gente.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s